Infâncias…

dTM4e66T4  Muitas vezes escrevo como terapia, para aplacar um pouco o estresse. Porém, este texto foi fruto de uma reflexão da realidade de nossos dias, da nossa sociedade em que estamos inseridos.
Portanto, meditando em meu tempo de infância, fiquei muito triste, e ao mesmo tempo com muita saudade dele. Não que tive uma infância extraordinária, com regalias e confortos, pelo contrário, foi um pouco difícil, pois desde os oito anos de idade, tive que já começar a trabalhar para ajudar meus pais, pois o salário dele que era bem mínimo mesmo, não era suficiente para sustentar a família.     No entanto, quero dizer que sinto saudade de minha infância. Aquele campinho onde jogávamos bola nos finalzinhos de tarde, aquela amizade entre todos e o melhor, a inocência em relação às drogas, e o crime em geral. A única droga conhecida pertencia apenas aos adultos e nós nem tínhamos a consciência que era classificada como droga – o cigarro. Hoje não moro mais naquele lugar, mas tenho conhecimentos de que muitas crianças, adolescentes estão envolvidas com drogas e crimes. Quero expressar com veemência minha tristeza em relação à infância das crianças de nossa sociedade. Crianças que deveriam estar brincando com bolinhas de gude, estão brincando de bang bang, porém, com armas de verdade, atirando nos pais, colegas de classe, professores e o pior, se suicidando. Já parou pra pensar aonde chegamos – uma criança tirando a própria vida? Sem palavras! Pois também tenho filhos.

Josildo S Neves

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s