Município de Escada perde piano secular

Piano vertical usina campeste.Em busca de um piano acústico, marca droit Boisselot, cuja origem estima-se ter sido do século 19, os professores de música Dimison César e Welington Gomes, juntamente com uma equipe da Diretoria de Cultura de Escada, descobriram que a relíquia fora queimada no início da semana.

Parte da história do Engenho Campestre, e sem a devida atenção com a preservação do patrimônio cultural do município, a peça foi incinerada por um dos trabalhadores a pedido do proprietário. O estado de conservação do instrumento parecia ser bastante precário.

Ao redor da casa, a equipe encontrou as cordas do piano (já bastante enferrujadas) e parte de sua estrutura. Agora, os músicos esperam resgatar mais informações sobre a peça e propor uma forma legal de preservação da tradição musical que ainda resta, a fim de evitar que outros elementos da história de Escada sejam danificados.

Campestre de vários ângulos Apesar do prejuízo histórico-cultural, a equipe decidiu revelar um conjunto de fotos da bela Casa Grande do Engenho Campestre, vista a partir de ângulos diferentes. Vale a pena conferir.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s